A comunhão com Deus aprofunda as raízes

08/03/2015 11:11 “Como é feliz aquele que não segue o conselho dos ímpios, não imita a conduta dos pecadores, nem se assenta na roda dos zombadores!
Ao contrário, sua satisfação está na lei do Senhor, e nessa lei medita dia e noite.
É como árvore plantada à beira de águas correntes: Dá fruto no tempo certo e suas folhas não murcham. Tudo o que ele faz prospera!” Sl 1.1-3

Amados Discípulos,

Bem-vindos ao mês da Comunhão

      O dicionário define comunhão como o ato de realizar ou desenvolver alguma coisa em conjunto. Harmonia no modo de sentir, pensar, agir, identificação. Em que há união ou ligação; compartilhamento.

 

     Concordamos com todos os conceitos acima relacionados. Realizamos muitas coisas em conjunto, compartilhamos momentos bons e ruins e buscamos a harmonia. No entanto, como igreja, desfrutamos de uma comunhão diferente: a comunhão com o Espírito Santo, gerada pelo amor e pela fé no Filho de Deus.

 

 Assim, queremos enfatizar essa comunhão. Para isso, nada melhor do que comemorarmos, em unidade, o aniversário de 11 anos da igreja, no dia 7. Nosso desafio, neste mês, é relembramos a história do Templo e continuarmos a escrever essa história com você. Ainda em março, teremos três momentos especiais: A nossa Convenção nos dias 7 e 8, o Encontro com Deus nos dias 21 e 22  e o Batismo, no dia 29. Prepare seus discípulos, movimente a célula e faça do Batismo uma grande festa.

 

   Para finalizar, não se esqueçam de nossa meta para 2015: 100 novas multiplicações. Essa realização só será possível por meio da comunhão da igreja. Promova a comunhão entre as células, entre os irmãos e, impreterivelmente, a comunhão com Deus. E, como diria a Rede Atitude: #tamojunto.

Um só coração em Cristo!

 

Pr. Pedro e Pra. Denise Araújo


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!