Abril/2015 Evangelismo: Célula, a missão da igreja

17/04/2015 23:29
 
1ª semana – A célula como instrumento de evangelização (Mc 16.15; At 2.44, 46-47) Evangelizar é cumprir o mandamento do Senhor de pregar o Evangelho a toda à criatura. Mas, e depois que a pessoa ouve o Evangelho? O que fazer para que ela permaneça na presença de Deus? Como ensiná-la a se defender das retaliações e vencer momentos de desânimo ou incredulidade? Como saber se as críticas dos familiares e amigos vão persuadi-la a desistir? Portanto, no Templo das Nações, entendemos que o evangelismo se consolida nas células. Por ser uma reunião informal, a célula tem o ambiente adequado para praticar a comunhão e ensinar a Palavra. Portanto, se está evangelizando alguém, convide-o para a célula. Se possível, busque-o em casa, ofereça-lhe uma recepção calorosa, espere-o com uma Bíblia e o ajude a encontrar os textos sugeridos no informativo. Todos os métodos de evangelismo são bons: panfletagem, eventos, porta a porta, visitas em presídios e hospitais, entre outros, mas devemos atentar para esta ferramenta tão importante que Deus colocou em nossas mãos: as reuniões nos lares. Se quisermos alcançar esta cidade, o caminho a ser seguido é o caminho das células. Esta é a direção que o Senhor nos deu. A partir de hoje, olhe para as células com o olhar do “Ide” - com a expressão de quem contribui para a missão do Senhor Jesus de levar as pessoas à salvação. Para entender melhor o papel das células no processo de evangelismo, nas semanas seguintes responderemos juntos algumas questões: Por que eu devo frequentar uma célula? Por que eu devo convidar outras pessoas para a minha célula? A minha célula está evangelizando? Sigamos em frente!
                                     
2ª semana – Por que eu devo frequentar uma célula? (1 Co12.12) Porque faço parte do corpo de Cristo e não posso ficar sozinho. Porque cheguei à igreja há pouco tempo e ainda não entendi o propósito de Deus pra mim. Porque na célula eu vou conhecer as pessoas que frequentam a minha igreja e vão me ensinar os fundamentos da fé cristã. Devo frequentar uma célula para não me sentir como um 'peixe fora d'água' dentro da igreja. Além disso, na célula serei discipulado e instruído por um líder espiritual que irá me ajudar a conhecer mais o Senhor, me ensinar a orar e me preparar para ganhar meus amigos e familiares. Assim, serei edificado e edificarei o corpo de Cristo (Ef 4.16). Se estiver alegre, devo ir à célula compartilhar a alegria com meus irmãos. Se estiver triste, não falto à célula, pois sei que haverá um momento de intercessão a meu favor. Em meio a dificuldades, buscarei a comunhão com a família de Cristo (Rm 8. 35), porque nada pode nos separar do amor de Deus. Entre todas as atividades da igreja, a célula deve ser prioridade pra mim. Se já conheço a Palavra há mais tempo, não estou isento da célula, porque sempre é tempo de aprender e crescer. Ninguém fica pronto para a salvação depois de determinado tempo de conversão. A obra completa no ser humano vai se consolidar no céu, antes disso, não.
 
                      «A célula é estruturante para o Corpo de Cristo.» Pr. Pedro
 
3ª semana – Por que devo convidar outras pessoas a frequentarem uma célula? (Mt 10.8) Quando cheguei à igreja fui acolhido e recebi alimento espiritual. Logo, fui encaminhado para uma célula onde fui discipulado e instruído nos preceitos divinos. Aprendi a orar diante das minhas necessidades, a agradecer pelo bem recebido e conheci o Plano de Salvação. Agora, chegou o momento de repartir todo o bem que me foi dado. Conheço inúmeras pessoas que ainda não conhecem a Jesus e, por isso, perecem neste mundo sem esperança (Ef 2.12) e longe de Deus. Evangelizar é proclamar boas notícias (Is 52.7). Células são oportunidades de proclamar os atos maravilhosos do Senhor. Muitas pessoas se reúnem para discutir fatos tristes do dia a dia, e assim, alimentam a alma com tragédias e tristezas. Essas pessoas, seus amigos, colegas e familiares precisam conhecer a Jesus e alimentar a alma com a Palavra da Verdade. Portanto, não posso me envergonhar, tampouco esconder o Evangelho (Rm 1.16), pois muitas pessoas precisam conhecê-lo para prosseguir e não podemos deixá-los a parte da presença de Deus. Ao evangelizar já devo ter em mãos o cartão com o endereço da minha célula. O evangelismo só termina depois que a pessoa é discipulada, conhece as doutrinas bíblicas, aprende a praticar a comunhão, chega ao batismo e firma as raízes na igreja. Todos esses processos ocorrem nas reuniões de célula.                                                                                                                            
                         «A célula pr oporciona uma ambiente de acolhimento.» Pr. Pedro
 
4ª semana – Por que devo me tornar um líder de célula? (1 Tm 3.1) A criação anseia pela manifestação dos filhos de Deus (Rm 8.19). Esta manifestação não é em brigas, facções e contendas desnecessárias, tampouco em discussões teológicas. Meu diferencial deve ser o amor e o zelo pelo próximo (1 Jo 4.7-8). Diante de tanto ativismo, não posso desperdiçar o pouco tempo que tenho para cumprir o que deve ser prioridade para todo o cristão: Falar do amor de Deus. Sendo assim, posso contribuir para a implantação do Reino de Deus e, ao me tornar um líder de excelência, (1 Co 3.9) também serei edificado. Sendo um líder de célula, meus compromissos com Deus e com a igreja vão aumentar: Estudarei a Palavra com disciplina, lerei bons livros, jejum e oração farão parte de minha agenda e escutarei bons pregadores com a intenção de ter fundamentos para repartir com meus discípulos. Em nossa igreja, é visível o crescimento do líder. A partir do momento que assumo a liderança de uma célula, comprometo-me com Deus em ser fiel, assíduo, diligente e de ter bom testemunho dentro e fora da igreja. Desta forma, cresço em todos os sentidos: espiritual, material e pessoal. Além do autobenefício, ver o crescimento do outro é a maior recompensa para o líder que orienta, ama, disciplina e exorta o discípulo. Ser líder de célula é uma tarefa que exige esforço, mas é uma honra dada pelo próprio Deus. Portanto, não posso ficar acomodado como discípulo a vida inteira. Assim que ouvir o chamado do Pai para a liderança devo atender com prontidão e humildade.  
 
            «O líder de célula comprometido demonstra o caráter de Cristo.» Pr. Pedro
 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!